Quinta-feira, 29 de Junho de 2006

Chocante! Portugueses apoiam Pedrito de Portugal

Deu hoje no programa "Você na TV" uma coisa que me chocou muito: Uma festa para angariar fundos para Pedrito de Portugal pagar a indemnização de 10 000 € por ter morto um touro (pois os touros de morte são proibidos em Portugal).

E também me chocou o facto de toda a gente apoiar Pedrito de Portugal, principalmente os apresentadores: Manuel Luís Goucha e Cristina Seixas.

Boicote a TVI e a apresentadora Cristina Seixas que é aficcionada em touradas. Vá à moita no dia 2 de Julho às 18 horas à Moita protestar. (Acho que é esta a data, é melhor conferirem).

Se gosta de animais e é contra as touradas, proteste!

sinto-me: mesmo zangada!!!
música: Promiscuos Girl da Nelly Furtado feat. Timbaland
publicado por mímica às 12:37

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Junho de 2006

Campanha de Intercâmbio de Animais Domésticos

A Câmara Municipal de Lisboa inicia 12 de Junho uma nova campanha de intercâmbio de animais domésticos, destinada a evitar o seu abandono pelos donos, no período de férias.

Este programa, que desde 2003 é levado a cabo conjuntamente pelo Departamento de Higiene Urbana e Resíduos Sólidos e a Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais, conta desde 2005 com a participação da SOS Animal que também se disponibilizou a participar activamente na campanha deste ano.

 

  Deste modo, e à semelhança de anos anteriores, será criada uma bolsa de voluntários donos de animais, de forma a, entre si, cuidarem dos animais de companhia em períodos de ausência temporária. Os detentores que aderirem a esta iniciativa tomarão conta do animal de estimação de outra pessoa enquanto ela se encontra em período de férias e, quando o inverso ocorrer, terão a garantia de que alguém cuidará do seu animal na sua ausência.

Por outro lado, e com a adesão da SOS Animal à campanha, serão criadas Famílias de Acolhimento Temporário que aceitam acolher animais durante as férias dos seus donos sem necessidade de reciprocidade de acolhimento.

Para aderir a esta iniciativa, contacte:

Câmara Municipal de Lisboa Departamento de Higiene Urbana e Resíduos Sólidos
Gabinete de Relações Públicas
Morada: Rua da Boavista, 9
Telfs: 21 325 35 55 (entre as 09h00 e as 17h30)
Correio Electrónico: dhurs@cm-lisboa.pt

A sua inscrição será internamente encaminhada para a Divisão de Higiene e Controlo Sanitário deste Departamento que, por sua vez, se articulará com a Liga Portuguesa dos Direitos do Animal e SOS Animal.

sinto-me:
música: Beautiful da Christina Aguilera
publicado por mímica às 12:47

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006

Quer um animal? Não compre. Adopte.

Descobri hoje um blog muito interessante para quem quiser um animal de estimação. Além de dar carinho a animais abandonados, ainda colabora para a diminuição de abates e de animais nos canis e claro, o número de animais abandonados e mal-tratados.

Este é o blog: http://protectoresanimais.blogs.sapo.pt e solidarize-se!

publicado por mímica às 17:41

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Verão, uma estação do ano feliz?

O Verão começou ontem pouco depois das 13 horas. É tempo de calor, de praia, de banhos de sol, mergulhos na piscina, surf, bodyboard, festas, festivais, bares, viagens, tempo de conviver com os amigos e familiares... enfim, uma estação alegre...

Mas será que é uma estação feliz para todos? A resposta é NÃO!!!!

Muitas pessoas que vão de férias, como não podem levar os seus animais de estimação, abandonam-nos na rua ou nos canis cheios de cães e de gatos que vivem precariamente, e acabam por ser abatidos.

Se uma pessoa não tiver meios ou condições, ou simplesmente um coração nobre para criar um animal, que não o crie. Pelo menos, não lhe causa tanto sofrimento.

Um animal que durante uns tempos é bem-tratado e que depois  é abandonado, fica num estado de tristeza e de stress tal, que eu não sei como é que as pessoas não têm pena. Eu acho que as viagens, não obrigam necessariamente as pessoas abandonarem os seus animais de estimação.

Eu por exemplo, tenho uma cadela, antes tinha 2, mas uma já morreu, ia todos os Verões passar férias ao continente e nunca as abandonei.

A minha empregada, ou amigos dos meus pais davam-lhes de comer e este ano também vai ser assim.

Por isso, se for viajar e tiver animais de estimação e estiver a pensar em abandoná-los, pense 2 vezes. Pois tenho quase a certeza que se você se puser no lugar deles irá compreender.

Abandonar um animal de estimação é como abandonar um bebé na rua e dizer-lhe que se DESENRASQUE.

Acho que só com este exemplo vou conseguir chegar esta mensagem aos corações mais duros, porque ainda há pessoas que acham o ser humano superior aos outros animais.

Por favor, NÃO ABANDONE OS SEUS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO, eles agradecem!

Veja a tristeza no seu olhar!
sinto-me: O Verão começou!
música: Boa Vibe do Boss AC feat. Carla Moreira
publicado por mímica às 17:12

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Gestos exemplares e gestos horríveis

A minha vizinha e professora de História

A minha professora de História e minha vizinha gosta muito de animais. Tem um cão e ficou muito sensiblizada quando viu um cãozinho acorrentado no prado das vacas. Realmente é uma pena, porque o cão é muito bonito e está a ser vítima de maus-tratos. Está preso por uma corrente muito pequena 24 horas por dia. A minha professora queria ter um gato, mas não pode porque o cão ia acabar por comê-lo e o mais interessante é que a minha professora é asmática e alérgica a pêlos! E ainda por cima dá de comer aos gatinhos abandonados!

Maus-tratos nas escolas

Quando era pequena conheci uma rapariga que era filha de um cantor que veio actuar na minha rua. Essa rapariga foi para casa de uma amiga minha, a Carolina, pois estávamos todas juntas.

A Carolina tinha um gato chamado Bijú, que acabou por falecer alguns anos depois, tendo mesmo eu visto o gato doente caído no meu quintal; (depois conto esta história). A tal rapariga (não me lembro o nome) disse que na escola dela os rapazes arrancavam as patas dos gatos!!!

O gato da vizinha

Como já vos havia dito, vou vos contar o que aconteceu ao Bijú, quando ele foi encontrado por mim no meu quintal.

Então foi assim: eu fui para o quintal de manhã ter com a minha cadela Pantufa, (que morreu este ano, no dia 27 de Abril com 11 anos, ou seja uma semana depois do meu aniversário através de eutanásia, pois ela tinha cancro de mama e estava a sofrer muito, já nem comia sequer. Ficamos muito preocupados e mandámos matá-la através de injecção letal com anestesia no veterinário). Mas voltando ao assunto, o gato parecia ter febre pois estava muito esfolado. Não sabia o que fazer, pois estava sozinha em casa. Liguei para uma amiga minha, a Sara, e a mãe dela aconselhou-me a colocar-lhe um cobertor e foi isso mesmo que eu fiz. Também me lembro que a minha cadela estava a guinchar, não percebi bem porquê, se foi por ciúmes ou por pena do gato.

Quando o meu pai chegou informei-lhe do sucedido e o meu pai ficou admirado por eu ter posto o meu cobertor de bébé em cima do gato. Depois do almoço tivemos a sorte da Telma (irmã da Carolina) ter chegado a casa, pois eu já havia tentado bater à porta, mas ninguém abria.

A Telma foi logo a correr, começou a dar mimos ao Bijú e a chorar. Alguns dias depois, a Carolina informou-me que o gato havia falecido.

Maus-tratos nas escolas II

Guardei esta para o fim, por talvez ser a mais macabra e por eu ter vivido este drama.

Estava no 1º ano e eu mais uma rapariga, filha de uma auxiliar, com apenas 4 anos estávamos a brincar, quando soubemos que uns rapazes andavam atrás de um cãozinho que andava pela escola.

Vimos o cão e brincamos com ele, mas como sabíamos que os rapazes andavam atrás dele, escondêmo-lo na casa de banho!

Mas os rapazes acabaram por descobri-lo e atirararam-no por um muro abaixo muito alto em direcção à ribeira que está sempre seca, acho que se chama mesmo Ribeira Seca. Tentamos impedi-los, mas não conseguimos por eles serem mais velhos que nós.

Só sei que quando eles fizeram a tal "proeza" macabra, muita gente ecnontrava-se lá em baixo a ver o triste espectáculo e a rir-se. Só sei que virei a cara e comecei a chorar.

sinto-me: Que coisas tristes!
música: Gasolina do Daddy Yankee
publicado por mímica às 14:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

ASERG (Associação Santuário Ecológico)

Querem saber mais sobre os maus tratos de animais? Como por exemplo:

  • Abatedouros
  • Animais no circo
  • Carrocinha
  • Farra do Boi
  • Peles
  • Rinhas
  • Rodeios
  • Vissecção e testes em animais

Com explicações e imagens chocantes: http://www.ranchodosgnomos.org.br/maustratos.htm

sinto-me: As férias já começaram!!!
música: Maneater da Nelly Furtado
publicado por mímica às 14:00

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Junho de 2006

Para ambientalistas, japoneses não gostam mais de carne de baleia

 

Relatório de ONG com sede em Tokyo relaciona aumento nos estoques com queda no consumo

Contrariando o lobby baleeiro japonês, um levantamento feito pela Rede de Ação Golfinho & Baleia revelou que os japoneses não gostam mais de carne de baleia. Portanto, o argumento do governo de que é preciso continuar com a caça do animal para satisfazer a demanda dos consumidores seria falsa, noticiou a agência Reuters.

“A Agência de Pesca continua a caçar baleias apelando para uma opinião pública fictícia”, disse Junko Sakuma, jornalista responsável pelo relatório da entidade ambientalista com sede em Tokyo.

Dados da agência governamental mostram um crescente aumento nos estoques de carne do Japão. Para os ambientalistas, o fato indica que o consumo diminuiu, mas a própria agência nega esta hipótese, atribuindo o fenômeno a uma expansão no número de animais mortos, e não a uma queda de demanda.

O governo japonês pretende formar um novo grupo de países que apoiam a caça comercial do mamífero paralelamente à próxima reunião da Comissão Baleeira Internacional (IWC). O eventual sucesso do Japão poderia dar fim a uma proibição de 20 anos à atividade baleeira.

 

Fonte: Made In Japan

sinto-me: Portugal! Portugal!!!
música: Fuck You Back da Frankee
tags: ,
publicado por mímica às 20:48

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006

WWF: Animais do Ártico contaminados com químicos tóxicos


Ursos polares, baleias-beluga, focas e aves marinhas são alguns dos animais do Árctico ameaçados pela contaminação química, alertou a organização ambientalista internacional WWF, num relatório que aponta vários riscos associados a este tipo de poluição.

«Embora seja difícil estabelecer uma relação directa de causa e efeito, existem razões fortes para relacionar a poluição química com debilidades no sistema imunitário, distúrbios hormonais e alterações de comportamento na vida selvagem do Árctico», refere o documento do WWF (Fundo Mundial para a Vida Selvagem), divulgado quinta-feira.

Vários estudos confirmam que os predadores de topo, como os ursos polares e as belugas, estão altamente contaminados com substâncias químicas, como os PCB (policlorobifenilos) e os pesticidas organoclorados.

Os cientistas sublinham ainda que novos químicos, como os retardantes de chamas brominados (usados por exemplo no equipamentos eléctricos e electrónicos ) ou os fluorinados, acrescem à carga tóxica das espécies árcticas.

Estes compostos químicos referenciados são usados na grande maioria dos produtos e objectos usados no dia-a-dia.

«Não podemos continuar a ignorar as provas de que os químicos estão a prejudicar a saúde dos animais selvagens«, afirmou Samantha Smith, directora do Programa Internacional do Árctico do WWF.

Os ambientalistas estão preocupados sobretudo com a interacção da contaminação química com outras ameaças à vida do Árctico, como as alterações climáticas, a perda de habitats e a diminuição de alimentos.

De acordo com o relatório, este tipo de poluição tem também implicações na saúde dos povos indígenas que dependem de uma dieta marinha tradicional.

A WWF apela, por isso, a um reforço significativo do projecto legislativo europeu sobre substâncias químicas (REACH), considerando que a actual proposta apresenta falhas na identificação e substituição dos químicos mais perigosos.

Diário Digital / Lusa

sinto-me: Viva as férias de Verão!!!!
música: 4 Taste
publicado por mímica às 19:28

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006

Portugal e pais de Uniao Europeia que menos proteje os animais- VERGONHOSO; O ATRASO DESTE PAIS!!!

Condenados à agonia: Portugal é dos países da União Europeia que menos protege os animais; a própria polícia troça de quem faz denúncias

Manter um cão preso a uma corrente de poucos metros dias a fio é um dos hábitos que, talvez inconscientemente, muitos donos julgam ser o melhor que podem fazer pelos seus animais. Mas Portugal é mais do que isto.

Num «país que não protege os animais», os relatos de abandono de burros, cavalos e até póneis - presos a um poste de electricidade, mortos à fome - são semanais. O cenário pode ser considerado horripilante. É, todavia, apenas uma ponta do véu.

Alguns minutos de conversa com o director executivo da Associação ANIMAL, Miguel Moutinho, guiam-nos por uma nação de tortura onde os animais «são coisas do ponto de vista jurídico» e a inexistente fiscalização legitima quase tudo, até manter espécies selvagens como animais de companhia.

Nos matadouros, o horror atinge patamares inimagináveis, embora a lei cuide para que o sofrimento seja minimizado. Aqui, os interesses económicos sobrepõem-se aos direitos dos seres vivos. Muitos acabam por morrer sem ser sujeitos, conforme o previsto pela legislação, a um atordoamento prévio.

«Vacas ou porcos morrem por sangria. São esticados por uma perna, é-lhes enfiada uma faca no pescoço. Durante este tempo, estão conscientes e a lamber o próprio sangue. Lutam pela vida quando, na verdade, estão condenados a uma morte que demora, pelo menos, dez minutos». É o testemunho de Miguel Moutinho.

As responsabilidades por estas vidas de agonia alimentadas para a morte não se cingem aos proprietários de matadouros nem aos produtores de pele, por mais polémicos que sejam estes dois tipos de intervenientes. Não obstante a existência de um diploma que regulamenta o transporte de animais, a associação portuense regista com grande frequência casos de carrinhas que "carregam" espécies pecuárias sem as mínimas condições.

Para muitas pessoas, o sofrimento de uma galinha não choca tanto quanto o de outro animal doméstico ou das espécies usadas para fins de comercialização. As queixas relacionadas com lojas de animais lideram, a par dos alertas de abandono, no número de denúncias recolhidas quer pela Associação ANIMAL, quer pela Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais (LPDA).

«O abandono e os maus tratos, incluindo o manter os animais presos e casos de espancamento, são das denúncias mais frequentes», afirma a porta-voz da Liga, Maria do Céu Sampaio.

Também no que aos espaços comerciais diz respeito, a falta de fiscalização volta a legitimar uma série de práticas que, segundo Miguel Moutinho, vão desde a venda de aves exóticas sem a respectiva licença à ausência de controlo sanitário, ao manter os animais em jaulas demasiado pequenas, até ao abandono dos "artigos" não vendidos.

Há gatos e cachorros aprisionados em espaços minúsculos, expostos a níveis de "stress" elevados que, sem poderem correr ou usufruir de estímulos afectivos, acabam por desenvolver problemas de comportamento e até mesmo doenças. Não é invulgar, afirma o director executivo da ANIMAL, que as espécies compradas morram pouco tempo depois, já que não existem cuidados de saúde nem controlos sanitários.

Depois de adoptados, nem todos os animais de companhia têm a mesma sorte. Contra a legislação, muitos cães são retidos em varandas ou presos a uma corrente. Isto quando a legislação diz que não devem ser expostos a factores climatéricos hostis ou restringidos a espaços onde não possam aplicar os seus comportamentos naturais.

PORTUGAL: O PAÍS QUE MENOS PROTEGE NA EUROPA

A impunidade vigente face aos atentados contra os direitos dos animais faz de Portugal «um dos piores da Europa», mesmo pior do que os países de Leste. «A Grécia é um país onde tudo acontece aos animais, mas há organizações fortes para os apoiar. Em termos comunitários, a situação é cada vez mais distante da nossa», acrescenta Miguel Moutinho.

A lei n.° 92/95 12 é, lamenta o líder da Associação ANIMAL, a única norma da iniciativa do legislador nacional. Fora isso, afirma, todos os diplomas são decretos-lei aprovados pelo Governo, não pela sua iniciativa mas transpostos «com um atraso imenso», apenas pelo facto de Portugal, enquanto membro da UE, ser obrigado a fazê-lo.

Apesar de «omissas» e «demasiado brandas», as directrizes existentes poderiam, mesmo assim, evitar um grande número de transgressões.

Ao défice de fiscalização acrescem, contudo, o excesso de burocracia e a negligência das próprias autoridades. «A PSP e a GNR, por exemplo, são autoridades competentes para dar cumprimento a este tipo de decretos e, por norma, desconhecem-nos». Miguel Moutinho acusa, ainda, estas entidades de contribuírem para fomentar a ideia de que não existe legislação de defesa dos animais e de receberem as denúncias com «graçolas», embora a lei preveja, efectivamente, coimas para quem maltrata animais.

No nosso país, a violência contra animais é punível por lei, com coimas cujos valores podem variar entre os €500 e os €3740, ou de €44 890, se o autor dos actos for uma pessoa colectiva: uma empresa ou uma instituição.

É ainda proibida a posse irresponsável de animais considerados "potencialmente perigosos" ou "perigosos" e o treino destes animais para combates - actos puníveis com coimas de valor compreendido entre os €500 e os €3740, ou de €44 890, se forem cometidos por uma pessoa colectiva.

Em alternativa, as autoridades podem aplicar sanções acessórias várias - entre elas, a perda de licenças.

«NÃO aceite um NÃO como resposta das autoridades». O apelo é da Associação ANIMAL.

MACHICO ACOLHEU CIRCO ACUSADO DE NEGLIGÊNCIA

Investigação revela vídeos chocantes obtidos em vários circos.

Um pónei a ser violentamente chicoteado, elefantes picados com agulhas e chimpanzés enjaulados sem as mínimas condições. Estas são algumas das imagens chocantes recolhidas durante uma investigação conduzida pela organização Animal Defenders Internacional (ADI) e a sua equivalente em Portugal, a Associação ANIMAL.

Em declarações recentes, Miguel Moutinho, director executivo da ANIMAL, afirmou ao DIÁRIO que o circo exibido este Natal em Machico, o Circo Brasil, embora não incluído nesta acção, também figura entre os que ostentam práticas de maus tratos a animais.

A operação - efectuada em Agosto de 2003 e em Junho e Agosto de 2005 - envolveu dez circos e uma exposição de serpentes e animais exóticos, tendo revelado que, em todos os estabelecimentos circenses investigados, os animais se encontram «em condições miseráveis, instalados em alojamentos completamente inadequados, sem qualquer espécie de cuidado para que se sintam minimamente confortáveis».

Intitulado "Basta de Sofrimento nos Circos", o relatório ADI/ANIMAL mostra imagens gravadas por um investigador que, durante duas semanas, conseguiu infiltrar-se no Circo Soledad Cardinali e filmar a directora a chicotear póneis numa sessão de treino e tratadores a «atormentarem um chimpanzé».

As práticas de maus tratos repetem-se nos circos Victor Hugo Cardinali, Atlas, Magic, Dallas, Americano e Chen, onde as gravações mostram elefantes a ser picados na zona da cabeça e perto dos olhos, uma leoa a ser injectada sem a presença de qualquer veterinário, um pónei em estado de subnutrição e fraqueza e um tratador a tentar enfiar, com o recurso à força, uma coleira demasiado pequena para o pescoço de um porco.

Igualmente chocantes são as imagens de elefantes acorrentados pelas pernas, de cavalos e póneis amarrados em jaulas minúsculas e de animais dominados à custa do chicote.

Ao divulgar estes conteúdos, a associação portuense liderada por Miguel Moutinho pretende - para além de denunciar o sofrimento destes animais - pressionar as autoridades portuguesas para que alterem a legislação e proíbam o uso de animais nos circos.

Enquanto isso não acontece, a ANIMAL tem apelado aos portugueses para que não frequentem este tipo de espectáculos, preparados à custa do «sofrimento, do medo e da angústia». O pedido inclui os madeirenses. Miguel Moutinho acusa o Circo Brasil de práticas de negligência, dando como exemplo a morte de um animal calcado por outro.

«O Circo Brasil não é mais do que uma unidade do Circo Internacional Monte Carlo. São várias as estratégias usadas para os circos se apresentarem com diferentes números. Interessante é o facto de a Câmara Municipal do Funchal não ter autorizado este circo», afirmou recentemente este defensor dos animais.

FÁTIMA LOPES VISADA EM CAMPANHA CONTRA O USO DE PELES VERDADEIRAS

Fátima Lopes é uma das visadas de uma campanha de «formato inédito» a lançar pela ANIMAL, no decorrer deste ano.

A novidade foi avançada ao DIÁRIO pelo director executivo daquela associação portuense cuja página electrónica continua a exibir - em http://www.animal.org.pt - o polémico vídeo onde a estilista assume o uso de peles verdadeiras.

Miguel Moutinho lamenta que a madeirense tenha voltado a insistir recentemente, aos microfones da TSF-Madeira, no uso destes materiais. «Fátima Lopes é uma grande causadora de sofrimento que faz gala de defender publicamente a crueldade para com os animais», declarou.

Sem querer adiantar pormenores sobre a campanha em preparação, a não ser que vai ter um formato inovador, este defensor dos animais considera que a «intolerância de Fátima Lopes» merece ser denunciada, já que a estilista faz questão de apregoar com frequência o uso de peles.

«É uma criatura que tem um quadro mental próprio de alguém que é, absolutamente, primitivo e que se cobre de cadáveres de animais brutalmente mortos», acrescentou.

As palavras de Miguel Moutinho expressam também a revolta pela legislação que, ao permitir a captura de animais para extracção da pele, «institucionaliza o sofrimento dos animais, mortos por electrocussão anal e vaginal».

«Há um diploma que regulamenta este tipo de morte com a única ressalva de os animais serem atordoados previamente, o que normalmente não acontece», referiu.

De acordo com o representante da Associação ANIMAL, são aos milhões as raposas, chinchilas, martas, guaxinins que, entre outros animais, são criados e mantidos em condições miseráveis, em jaulas, e cujas peles são usadas em casacos e acessórios de luxo, não constituindo Portugal uma excepção.

«Existem no nosso país diversas quintas vocacionadas para a criação de martas, coelhos, chinchilas que, depois de atingirem determinado peso, «são mortos por electrocussão ou envenenamento, tudo em nome da vaidade e de caprichos cruéis».

Os próprios caçadores podem, sublinha Miguel Moutinho, caçar raposas e matá-las com este fim, pois, ao contrário do lobo ibérico, as raposas não são espécie protegida.

A utilização e a morte de animais para fins de estética são também condenadas pela Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais (LDPA).

«A criação em quintas industriais não é menos cruel do que a captura por armadilhas», pode ler-se no "site" desta associação que apela aos consumidores para boicotarem os produtos em pele e preferirem as lojas que não os comercializam.


Patrícia Gaspar

(“Diário de Notícias da Madeira”, 15 de Janeiro de 2006, http://www.dnoticias.pt/default.asp?file_id=dn012097150106)
sinto-me: Como podem fazer isto?
música: Imortal de Sandy e Júnior
publicado por mímica às 11:27

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Junho de 2006

Absurdos do mundo animal

 

animais

Nos EUA cresce o modismo dos sensitivos que sondam as emoções e necessidades dos animais domésticos através do telefone. Donos de cães, gatos, aranhas, iguanas, cobras, passarinhos e outras criaturinhas de estimação pagam, em média, US$ 25 por cada 15 minutos de consulta.


Pesquisadores britânicos suspeitam que a jacobéia ou tasneira (Senecio jacobaea) conhecida no Reino Unido como ragwort, é responsável pelo envenenamento e morte de mais de 6 500 cavalos. A pequena erva com flores amarelas contém uma toxina alcalina que corrói o fígado dos animais.


O suco digestivo dos crocodilos contém tanto ácido hidroclorídrico que consegue dissolver grandes anzóis de 15 cm, ossos e chifres com facilidade.


O maior sapo conhecido é o Golias (Conraua goliath) que vive nos Camarões. Atinge 30 cm de comprimento e pode pesar 3,3 quilos.


Os esquilos praticamente "morrem" durante a hibernação. 
Seus corpos quase congelam. Os batimentos cardíacos caem drasticamente para apenas 5 por minuto e seus dentes e ossos se deterioram. Não esboçam nenhuma reação se forem tocados ou mesmo surrados.


Os tubarões estão entre as criaturas mais sofisticadas e resistentes do planeta. O mais antigo fóssil de tubarão foi datado em 300 milhões de anos, sendo, portanto, anterior a era dos dinossauros. Algumas espécies, como o "tubarão com chifres", mantém as mesmas características físicas ao longo de 150 milhões de anos.


O kiwi (Apteryx australix), o pássaro nacional da Nova Zelândia, não voa, tem plumagem grosseira e vive num buraco no solo. É quase cego e bota apenas um ovo por ano. Apesar de tantas "deficiências", é uma ave que sobreviveu bem nos últimos 70 milhões de anos.


Se for dada uma pequena dose de bebida alcoólica a um escorpião, ele provavelmente ficará enlouquecido e cometerá suicídio com seu próprio ferrão.


Os gibões (Hylobates lar) são macacos que vivem em grupos familiares e se comunicam com longos sons estridentes que podem ser ouvidos a muitos quilômetros de distância. Seus "gritos" são específicos para cada família e informam dados sobre localização, temperamento e posição social.


O grande panda (Ailuropoda melanoleuca) come 45 kg de bambú por dia, ao longo de oito horas, mas não é vegetariano. Parente dos tigres e dos ursos, também come carne quando surge a oportunidade.


A vicunha (Vicugna vicugna), animal camelídeo que vive nas elevadas altitudes do Peru, Chile e Bolívia, tem a lã mais fina do mundo. Um quilo de sua lã vale US$ 200.


O filhote da baleia azul (Balaenoptera musculus), o maior mamífero da Terra, nasce com 7 m de comprimento e 2,5 toneladas. O adulto atinge 30 metros e 150 toneladas.


O besouro rinoceronte (Oryctes rhinoceros) é o animal mais forte do mundo. Pode carregar 850 vezes o seu próprio peso.


As águas-vivas são criaturas realmente estranhas. Seus corpos são compostos de mais de 95% de água. Não possuem cérebro, esqueleto, coração e olhos.


O Museu Smithsoniano Nacional de História Natural nos EUA abriga a maior coleção de conchas do mundo, com 15 milhões de espécimes.


As carpas comuns vivem 25 anos em ambiente selvagem mas podem atingir 40 anos em cativeiro. É um peixe muito resistente, capaz de sobreviver a breves períodos de congelamento.


Existem cerca de 140 000 espécies de lagartas.


Zoólogos estão impressionados com um raríssimo caso de interação amistosa entre um leopardo e uma vaca na vila de Antoli, na Índia. O felino selvagem visita regularmente a vaca desde outubro de 2002 e ambos trocam carinhosas lambidas como se fossem velhos amigos. Curiosamente, o leopardo também não ataca os outros animais da vila. As autoridades florestais, sensibilizadas com o fenômeno, desistiram de capturar o leopardo.


O maior ovo conhecido foi posto pela extinta ave Aepyornis, de Madagascar. Tem 24.13 cm de altura e volume equivalente a 8.9 litros.


Os entomologistas estimam que em 1,6 km quadrado de área rural existem mais insetos que seres humanos em toda a Terra.


A barata caseira (Periplaneta americana) pode viver 15 meses e gerar 250 filhotes.


O vôo das abelhas é orientado pela posição do Sol, mesmo quando está oculto pelas nuvens. Elas descobrem o astro polarizando a luz ultravioleta que chega através das porções de céu azul. As abelhas possuem cinco olhos.


No Mar das Flores, na Indonésia, foi descoberto pela bióloga marinha Sara Lourie da Universidade da Colúmbia Britânica, o Hippocampus denise, o menor cavalo marinho do mundo. Os adultos da espécie medem apenas 16 milímetros.


As manadas de elefantes possuem sentinelas. Quando surge algum perigo, a sentinela eleva seu tronco e seus companheiros são imediatamente avisados, mesmo quando estão a mais de 800 m de distância. Os especialistas ainda não sabem como esta estranha comunicação acontece.


Patrick Jansen, biólogo da Universidade Wageningen, na Holanda, posicionou milhares de nozes arcadas no solo das florestas úmidas da Guiana Francesa e registrou em vídeo os animais que as apanhavam. Pacientemente rastreou o paradeiro das nozes comidas e germinadas e descobriu que os roedores preferem pegar e enterrar as maiores. Estimou que as nozes grandes têm mais chances de dispersão e germinação que as pequenas. Os animais freqüentemente esquecem as nozes corpulentas e estas germinam. Com o passar dos anos, o número de árvores que produzem nozes maiores aumenta.


Os cientistas descobrem anualmente algo entre 7 000 e 10 000 novas espécies de insetos. Os entomologistas estimam que existem entre 1 e 10 milhões de espécies desconhecidas.


Se o numeral 111 111 111 for multiplicado por ele mesmo, o resultado será um numeral com todos os dígitos em ordem crescente e descrescente, isto é: 12 345 678 987 654 321.


A mais antiga edificação da Antártica, uma cabana construída pelo explorador Carsten Borchgrevnik em 1899, está literalmente soterrada por pilhas de excremento de pingüins.


As abelhas possuem cinco olhos; Dois grandes olhos compostos e três pequenos olhos primitivos no alto de cabeça que detectam a intensidade da luz.


O macaco-esquilo é o animal que tem o maior cérebro em proporção ao peso corporal. O cérebro dele equivale a 5% do peso corporal, enquanto o humano corresponde a 2.3%.


Em setembro de 2002 o estudante de arte Nathan Banks, de 22 anos, do Colégio Purchase, em Nova Iorque, EUA, pintou palavras em 60 vacas que pastavam com o intuito de verificar se elas eventualmente conseguiriam formar frases poéticas ao acaso.


O maior tubarão branco capturado media 11,27 m e pesava 10,8 toneladas. Foi apanhado em Nova Brunswick, em 1930.


O poeta inglês George Gordon Byron (1788-1824), conhecido como Lorde Byron, tinha quatro gansos de estimação e os levava consigo até mesmo nas reuniões sociais.


O hipopótamo tem o couro muito grosso, medindo quase 4 cm de espessura. É tão duro que a maioria dos projéteis de armas de fogo não consegue penetrá-lo.


O livro Moby Dick (1851), de Herman Melville (1819-1891), foi baseado no naufrágio do navio Essex, em 1820, causado pelo ataque de um grande cachalote.


As baratas caseiras podem respirar e viver sem cabeça durante um mês. Como não possuem pressão sanguínea, a decapitação não causa sangramento. Morrem de fome, porque precisam da cabeça para comer.


Pelo menos um pássaro consegue beber a salgada água do mar. O albatroz possui recursos naturais de dessalinização que separam e excretam o excesso de sal da água. 


O basenji, um cão-lobo africano, é a única espécie canina que não late.


A pulga fêmea da espécie Hystrichopsylla schefferi pode chegar a 8mm de comprimento. Em 1913, um exemplar único da pulga foi achado num castor da montanha em Puyallup, Washington, EUA.


O chamado "verme de Pompéia", com pouco mais de 5 cm de comprimento, vive normalmente em águas com mais de 80 C. 
As criaturas vivem em tubos ligados as fontes termais submarinas, associadas a atividade vulcânica. Os vermes são cobertos de bactérias que também resistem ao calor. O Dr. Craig Cary, da Universidade de Delaware (EUA), acha que as enzimas das bactérias podem vir a ser extremamente úteis para a ciência e a tecnologia, para descobrir novas formas de proteção contra altas temperaturas. 


Na ata de uma reunião realizada na Câmara dos Lordes da Inglaterra, em 18 de janeiro de 1979, consta que foi apresentada uma teoria para explicar a natureza dos objetos voadores não-identificados (OVNI ou UFO): Estes seriam uma espécie desconhecida de molusco gigante e luminescente, capaz de sair das águas e voar.


Os constantes conflitos armados em Israel estão deixando os cachorros estressados e paranóicos. Os animais estão emocionalmente descontrolados, com tremedeiras, uivos instáveis, fraqueza e incontinência urinária. Estão tão abalados que vivem assustados e se escondendo. Os veterinários estão administrando Valium e outros tranqüilizantes aos pobres cães que estão perturbados desde a Guerra do Golfo (1991). 


Em média, um elefante consome diariamente 150 kg de comida e 180 litros de água. 


A Austrália tem pouco mais de 17 milhões de habitantes e uns 150 milhões de ovelhas. Algo parecido acontece com a Nova Zelândia, que tem uma população de 4 milhões de pessoas e cerca de 70 milhões de ovelhas. 


O beija-flor abelha (Mellisuga helenae) macho, encontrado em Cuba e na Ilha Pines mede apenas 5,7 cm e pesa 1,6 g. O bico e a cauda ocupam metade do seu comprimento. As fêmeas são um pouco maiores mas ainda assim a espécie abarca as menores aves do planeta.


Em Amsterdã, na Holanda, a sede da empresa aérea KLM foi alvo de severas críticas provenientes de defensores dos direitos dos animais. Ao descobrir uma carga de esquilos, ilegalmente importados da China, a empresa providenciou para que os roedores fossem triturados num 
processador industrial de carnes. Os protestos deram resultado e a companhia aérea suspendeu todos os embarques de animai selvagens ou de espécies ameaçadas de extinção.


Na cidade de Nova Iorque (EUA), antes da lei de 1978 que obrigou os proprietários de animais a recolher os restos fecais depositados por seus bichinhos de estimação nas ruas, cerca de 18 000 toneladas de fezes eram deixadas anualmente nas vias públicas.


Huw Kennedy, de Shropshire, Inglaterra, é conhecido mundialmente por suas reconstruções de equipamentos bélicos medievais. Ele costuma usar gigantescas catapultas para lançar velhos automóveis, pianos e outro objetos a grandes distâncias mas, recentemente, resolveu jogar carcaças de animais também. Muitas pessoas se aglomeram para vê-lo jogar longe vacas, cavalos e porcos mortos mas a sociedade britânica que combate a crueldade contra os animais decidiu protestar contra a prática, pois ela sugere aos jovens espectadores que os animais "estão a disposição para qualquer forma de entretenimento". O que é um exemplo nada recomendável.


Quando surgiu o estilo de música Rock and Roll, diziam que as melodias causavam nos jovens loucura, promiscuidade, alcoolismo e envolvimento com todos os tipos de drogas.
Em 1959, o jornal The Los Angeles Times (EUA) publicou um artigo intitulado "Rock'n Roll Makes Cows Tighten Up", que afirmava que aquele estilo musical provocava a constrição do sistema glandular das vacas, impedindo a produção normal de leite.


O maior ovo era o do extinto Aepyomis, de Madagascar. Tinha cerca de 24 cm de comprimento e um volume de aproximadamente 8,5 litros. 


O artista plástico David Shepherd, de Londres, Inglaterra, famoso por suas pinturas de elefantes, ganhou um troféu inesquecível na celebração do seu 70º aniversário: Um enorme bolo fecal de um paquiderme, "elegantemente" envernizado. A entrega da homenagem foi no Museu de História Natural de Londres e foi acolhida com muito bom humor pelo artista.


Aimee Morgana diz que seu papagaio N'kisi é telepata e que domina um vocabulário de 555 palavras. Ela afirma ter feito vários testes com êxito de transmissão mental de imagens, enquanto estava em ambientes isolados da ave. Diz que o Dr. Ruppert Sheldrake também fez a experiência e que o papagaio acertou 32 das 70 imagens que o cientista mentalizou. Ele achou o resultado muito impressionante.


Os atuns nadam a cerca de 14.5 quilômetros por hora, por períodos indeterminados de tempo e estão sempre em movimento. Estima-se que um atum de 15 anos deve ter percorrido 1.6 milhão de quilômetros ao longo de sua vida.


Um gato, em média, consome 127.750 calorias por ano, o que equivale a 28 vezes o seu peso em comida. Também ingere a mesma quantidade em líquidos. 

 

Fonte: Absurdo

sinto-me: prencher mts auto-avaliações!
música: High School Queen da Nami Tamaki
publicado por mímica às 18:48

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Silves: Cães ajudam crian...

. Cientistas indicam que os...

. Especial Halloween - Anim...

. Torturar e matar animais ...

. Elefante bebé chora depoi...

. Como os animais realmente...

. Associação transmontana q...

. Cão ajuda criança em caso...

. Furacão Katrina provocou ...

. Animal defende fim da "ve...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma outra paragem

. NÃO ...

. Penteados em tempo de aul...

. Quem escreveu isto é um g...

. Amor vândalo

. O IDIOTA E A MOEDA

. Respostas Reais

. Historia de Portugal em p...

. Dia do nosso Nascimento

. Conversa entre Ministros

.links

.participar

. participe neste blog


Girly glitter comments from www.GirlyTags.com

Girly glitter comments from www.GirlyTags.com

.Adopção

Adotado no Evelyn's Place.com Adotado no Evelyn's Place.com Adotado no Evelyn's Place.com

.Vamos Ajudá-los

lays by verdinha lays by verdinha lays by verdinha lays by verdinha
Esta Terra que é a Nostra
Image Hosted by ImageShack.us
adopt your own virtual pet!

.subscrever feeds